Paletas de Cores

Sempre que começamos a produção de algo gráfico podemos desde o início pensar no esquema cromático que desejamos usar. Na arquitetura o esquema de cores vai influenciar na identidade visual de uma prancha ou memorial, e em desenhos e infográficos além de trazer estética, tem função de passar informações da forma mais clara possível.

Além de usar paletas prontas que podemos achar em diversos sites (citamos alguns no nosso artigo sobre diagramação de pranchas), podemos criar nossas próprias paletas de cores entendendo um pouco sobre teoria das cores e como usar o círculo cromático.

Cores Primárias, Secundárias e Terciárias

Slide 1

O círculo cromático é formado basicamente pelas cores primárias (vermelho, amarelo e azul), cores secundárias (a mistura de duas primárias, assim formando laranja, roxo e verde) e as cores terciárias. A partir dele podemos fazer várias combinações fáceis usando a localização das cores como ajuda. O site Adobe Color possui um círculo cromático fácil de ser usado para produzir as variações de paletas mostradas a seguir.

Paleta de cores análogas

Slide 2

Podemos definir uma paleta usando cores próximas (análogas) de um mesmo lado do círculo cromático. Esta paleta de cores traz uma boa estética por serem próximas e funcionarem muito bem, porém no uso para mapas ou até para informações que precisam ser bem diferentes não é um esquema cromático muito aconselhável. Para arquitetura é uma paleta mais indicada para dar cor a desenhos técnicos, no tratamento de gráficos e identidade visual.

Paleta de cores complementares

Slide 3

Bem diferente da paleta criada com cores análogas, o esquema de cores complementares tem como base duas cores opostas no círculo cromático. É possível criar uma paleta com uma maior quantidade de cores alterando a tonalidade dessas duas cores iniciais caso necessário. Esta é uma melhor opção para informações, diagramas e mapas onde temos informações que precisam ser apresentadas de forma bem distintas.

Paleta de cores complementares adjacentes

Slide 4

Uma variação da paleta de cores complementares é a de cores complementares adjacentes, onde uma das cores complementares é trocada por duas cores análogas à ela, assim temos uma paleta de cores com mais variedade que a do tópico anterior. Somando o fato de podermos sempre criar variações de tonalidade, essa é uma ótima opção para o problema de cores que precisam ser bem diferentes uma das outras.

Paleta monocromática

Slide 5

Além das paletas apresentadas acima, temos uma outra opção que não é necessariamente baseada no círculo cromático. A paleta monocromática usa como base uma cor (qualquer cor a sua escolha) e com alterações que podem ser a adição de preto, cinza ou até mesmo branco podemos criar uma paleta inteira bem interessante. Claro que este esquema de cores tem um caráter muito mais estético, mas é bem interessante para tratamento de desenhos, bases e infográficos mais técnicos onde falta um toque de cor.

Paleta com base em imagem

Slide 6

Além das várias dicas usando o círculo cromático, podemos usar alguma imagem (seja uma fotografia, ilustração ou até mesmo uma cena de filme) para criar uma paleta de cores. O site Adobe Color tem essa função onde podemos carregar uma imagem e escolher a melhor forma de extrair uma paleta de cores a partir dela.

Gostou deste artigo? Gostaria de mais artigos relacionados a este? Deixe um comentário com sugestões e dúvidas, e também compartilhe este artigo com seus amigos!

eric_assinatura_wordpress

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: